Cuidado para não ter o seu WhatsApp clonado

31/07/2020 | Compartilhe:

Você recebe uma ligação de alguém que diz ser de alguma empresa de pesquisa e quer saber a sua opinião ou informações sobre o Coronavírus (ou qualquer outro tema).

Não pedem número de documentos ou informações sigilosas para você.

As perguntas são coerentes, o tom da voz e a atenção que o operador dá ajudam e fazem você acreditar que a pesquisa é real.

Entretanto, ao final da ligação, para confirmar a autenticidade da pesquisa, a pessoa do outro lado diz que enviou um número para o seu telefone, e pede para você repetir para finalizar a pesquisa.

Cuidado, é golpe!

Ao dizer os números, você estará oportunizando que o seu WhatsApp seja clonado.

Acontecendo isso, o WhatsApp no seu aparelho não funciona mais, e o golpista, agora com o seu WhatsApp no aparelho dele, acessa o contato de sua família, amigos e conhecidos, conta uma historinha e pede para que depositem dinheiro em alguma conta.

Até que você esclareça aos seus amigos, muitos já terão caído no golpe e perdido dinheiro.

Fique atento!

Não forneça informações pessoais para pessoas que ligam para você e dizem ser de empresas de pesquisa, satisfação ao cliente ou qualquer outra nomenclatura.

Suspeite quando alguém pedir dinheiro ou créditos para telefone.

Na dúvida, certifique-se que você está falando realmente com quem você conhece, e não um impostor.

São dicas simples, que todos já conhecem, mas que pelo modo como os golpistas atuam, muitos acabam caindo nos golpes.

 

Somos 14º Batalhão
Protegendo o presente,
com olhar no futuro.

Polícia Militar de Santa Catarina
Preservar a Ordem
Proteger a Vida

 

Participe do grupo de notícias do 14º Batalhão Retornar para Home
Subtenente Luiz Wiltner

Subtenente Luiz Wiltner

Seção de Comunicação Social

Somos 14º Batalhão Governo de Santa Catarina 14º Batalhão | Somos on-line
----------- +++++++++++