Prevenção: 14º BPM disponibiliza vacina contra gripe para toda a tropa

06/06/2014 | Compartilhe:

Nos dias 05 e 06 de junho, aconteceu a campanha de vacinação contra gripe no 14º Batalhão da Polícia Militar, em Jaraguá do Sul.

Esta campanha foi uma ação conjunta do 14º BPM, 5ª Região de Polícia Militar (RPM) e da Prefeitura Municipal de Jaraguá do Sul. Durante os dois dias de vacinação, um contingente significativo dos policiais militares tomou a vacina contra a gripe, que foram disponibilizados para policiais, alunos soldados e agentes temporários. A equipe de enfermagem da Formação Sanitária da 5ª RPM, coordenada pelo sargento Rui Carlos de Camargo, acompanhado do sargento Edson Emílio Dutra e do cabo Osnildo Lauro Ferreira, foram responsáveis pela aplicação das vacinas.

Ao todo, mais de 50% da equipe do 14º BPM foi imunizada nesta ação, sendo que um número considerável já havia procurado tomar a vacina, junto aos postos de saúde. Para o sargento Camargo, esta ação conjunta é de grande valia, pois, a prevenção da gripe tem influência direta na diminuição de afastamentos no trabalho e contribui no bem estar de todos, seja no local de trabalho ou em casa.

Para o comandante do 14º BPM, tenente-coronel José Luiz Gonçalves da Silveira, a inauguração da Formação Sanitária, na última terça-feira (3), já está sendo de grande utilidade para os profissionais do 14º BPM, sendo utilizada para a vacinação de nossa equipe. “Hoje o batalhão possui uma estrutura e um local adequado para cuidar da Saúde Policial. Agradeço a parceria com o comando da 5ª RPM, que disponibilizou os enfermeiros, a Prefeitura de Jaraguá do Sul, que cedeu as vacinas, onde pudemos utilizar nosso espaço da Formação Sanitária para aplicarmos as vacinas. Este mais novo espaço na área da saúde irá compor e potencializar os projetos em desenvolvimento no 14º BPM, pois, investimos continuamente no bem estar físico, mental e social de nossa equipe, para que nosso policial possa prestar um serviço de excelência para nossa sociedade”, afirma Gonçalves. 

Tire suas dúvidas sobre a vacinação contra a gripe: 

Quais são os vírus que a vacina protege?

A vacina protege contra os três subtipos do vírus da gripe que mais circularam no inverno passado que são: Influenza A (H1N1); Influenza A (H3N2) e Influenza B. 

A vacina contra gripe imuniza contra resfriado?

Não, pois o resfriado é diferente de gripe. A vacina não imuniza contra o resfriado causado por outros vírus. 

Há alguma contraindicação da vacina?

A vacina só não é recomendada para quem tem alergia à proteína do ovo – usada na sua fabricação.

A vacina contra a gripe causa algum efeito colateral?

Não. A vacina usada na campanha contra a gripe é segura e bem tolerada. Em poucos casos, podem ocorrer manifestações de dor no local da injeção ou endurecimento. Isso pode ser associado a erro técnico de aplicação.

Além disso, as pessoas que não tiveram contato anterior com os antígenos – substâncias que provocam a formação de anticorpos específicos – podem apresentar mal-estar, mialgia ou febre. Todas estas ocorrências tendem a desaparecer em 48 horas.

Vou ficar gripado (a) após me vacinar?

Não. A vacina contra a influenza (gripe) é inativada, contendo vírus mortos, fracionados ou em subunidades não podendo, portanto, causar gripe. Quadros respiratórios simultâneos podem ocorrer sem relação causa-efeito com a vacina.

A vacina contra a gripe tem o mesmo efeito que um antigripal?

Não, a vacina previne contra a gripe e o antigripal é um medicamento para o alívio sintomático da gripe, usado para reduzir os efeitos causados pela doença.

Quanto tempo leva para a vacina fazer efeito?

Em adultos saudáveis, a detecção de anticorpos protetores se dá entre 2 a 3 semanas após a vacinação, e apresenta, geralmente, duração de 6 a 12 meses. O pico máximo de anticorpos ocorre após 4 a 6 semanas após a vacinação.

Por quanto tempo dura a imunização pós-vacina?

Dura de 6 a 12 meses.

Quem se vacinou no ano passado, precisa se imunizar de novo?

Sim, a imunidade dura – após a vacina – de 6 a 12 meses. A composição da vacina e produção é anual, e pode mudar conforme os vírus que circularam no ano anterior.

 

Fonte: Ministério da Saúde

Participe do grupo de notícias do 14º Batalhão Retornar para Home

Joelmir Martens

Somos 14º Batalhão Governo de Santa Catarina 14º Batalhão | Somos online
----------- +++++++++++