Motociclista já havia se envolvido em ocorrência semelhante em Barra Velha quando era adolescente

22/01/2018 | Compartilhe:

Em janeiro de 2014, quando ainda era menor de idade, apenas 16 anos, o condutor da motocicleta que provocou o acidente na Rodovia BR-280 em Guaramirim na tarde do último sábado ao tentar escapar de uma abordagem de rotina de policiais militares do 14º Batalhão, já havia se envolvido em ocorrência muito semelhante no bairro São Cristóvão, município de Barra Velha, Litoral Norte. O caroneiro daquela vez era o primo dele, de 13 anos de idade, pulou da moto no início da tentativa de fuga. O veículo era uma Sundown/Web 100, com placa adulterada.

O menor infrator na época, tentou fugir em alta velocidade de policiais militares que estavam em uma Operação no bairro. Contudo, foi abordado poucos metros antes de chegar em casa, ele e a moto foram apreendidos. Na tarde de sábado em Guaramirim, já com 20 anos e a permissão de dirigir suspensa, não teve a mesma sorte, abreviando assim em um grave acidente de trânsito desencadeado pela imprudência, a própria vida e ceifando o futuro da adolescente de 14 anos que transportava na carona.

A tentativa de fugir da PM foi por volta das 14h30min, em Jaraguá do Sul, ele transitou pela contramão de direção pela Avenida Prefeito Waldemar Grubba, via de sentido único de grande movimento por ser o principal caminho de acesso ao município. Na Rodovia BR-280 cometeu diversas infrações e só parou após bater atrás de um Gol, depois de passar pelo Posto de Fiscalização da PRF (Polícia Rodoviária Federal). Outros dois veículos também foram envolvidos no acidente, uma Saveiro e um Honda Civic.

Como citado em Nota à Imprensa, divulgada no início da tarde desta segunda-feira, o 14º Batalhão lamenta o desfecho da ocorrência de acidente de trânsito que resultou na morte dos dois jovens, mas pede que, ao perceber o sinal de parada emanado pelos policiais militares, todo condutor respeite e pare seu veículo, atendendo a verbalização que lhe é dirigida (às ordens dos PMs). O esperado era de que, ao perceber o sinal de parada no momento da abordagem pelos policiais militares, ainda em Jaraguá do Sul, o condutor tivesse obedecido, parado e se submetido à ação da Polícia Militar.

Retornar para Home
Cabo PM Jean Rudolf

Cabo PM Jean Rudolf

Seção de Comunicação Social

Somos 14º Batalhão Governo de Santa Catarina 14º Batalhão | Somos online