Inteligência de Segurança Pública

09/08/2013 | Compartilhe:

Comandante do 14º BPM participa de comitê técnico em Brasília

 Entre os dias 05 a 07 de agosto, o comandante do 14º Batalhão de Polícia Militar (BPM), tenente-coronel José Luiz Gonçalves da Silveira, participou da 2ª Reunião do Comitê Técnico de Revisão da Doutrina de Inteligência de Segurança Pública como consultor do Comitê Técnico e coordenador dos trabalhos pela Polícia Militar. O evento aconteceu na Escola de Administração Fazendária (Esaf), em Brasília (DF).

A atividade de Inteligência de Segurança Pública é o exercício permanente e sistemático de ações especializadas para a identificação, o acompanhamento e a avaliação de ameaças reais ou potenciais na esfera de Segurança Pública, orientadas para a produção e a salvaguarda de conhecimentos necessários para subsidiar o apoio ao processo decisório, em âmbito dos governos federal, estaduais e municipais, na tomada de decisão, no planejamento e na execução de uma política de Segurança Pública. A Coordenação Geral de Inteligência (CGI), com a apresentação da Doutrina Nacional de Inteligência de Segurança Pública (DNISP), empreende uma significativa contribuição para toda a comunidade de inteligência e com reflexos diretos na segurança dos cidadãos.

O tenente-coronel Gonçalves é pós-doutor em Engenharia e Gestão do Conhecimento pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e coordenador da área de pesquisa em Inteligência de Segurança Pública da Polícia Militar de Santa Catarina (PMSC). Gonçalves comenta que nos meses de abril a julho deste ano propôs às quatro turmas de pós-graduação em Inteligência Criminal, durante o processo de ensino-aprendizagem (cooperação SENASP/SSP-SC e UNIDAVI), a elaboração de uma proposta para a criação de uma Doutrina Estadual de Inteligência de Segurança Pública, que foi prontamente aceita e está em fase de composição. A busca por soluções criativas para demandas atuais e emergentes, subsidiadas por conhecimento, inovações e tecnologias é constantemente incentivada pelo comandante Gonçalves: “a participação em eventos como este, além da discussão sobre o tema central, favorece a aproximação e a troca de experiências sobre problemas e alternativas exitosas entre as Instituições que integram o Sistema de Segurança Pública, que buscam o melhor para proteger o bem estar das pessoas. Por exemplo, o contato mantido com o Major Jardel Mendes Barros do Nascimento, Chefe da Agência Central de Inteligência da Polícia Militar de Rondônia, sobre a estrutura e funcionamento inovador, experiências, operações e possibilidades de cooperação técnico-profissional com o 14º BPM”.

Para o comandante Gonçalves foi uma honra participar deste importante comitê e representar mais uma vez Santa Catarina no contexto nacional, sendo que as ações propostas na reunião têm como objetivo prever, prevenir, neutralizar e, quando necessário, reprimir atos ilícitos e criminosos que afrontem a ordem pública e a paz social. “Voltamos convictos de que há pessoas comprometidas com a atividade de Inteligência de Segurança Pública no cenário nacional. Isso reforça nossa motivação para fazer melhor e dar continuidade à nossa atual política de comando, investindo nos ativos do batalhão: saúde policial, condições ergonômicas de trabalho e preparação continuada; investimento em aproximação: conhecer as pessoas e suas necessidades de segurança, identificar os problemas locais e estabelecer ações prioritárias e antecipação com a atividade de inteligência – neste item é essencial a colaboração, a cooperação e a parceria da sociedade”.

 

 

Por Shirley Elizabeth Sjoeberg Teles e Sd PM Jorge Luis Sedrez Mendes.

Participe do grupo de notícias do 14º Batalhão Retornar para Home

Joelmir Martens

Somos 14º Batalhão Governo de Santa Catarina 14º Batalhão | Somos online
----------- +++++++++++