NOTA DE ESCLARECIMENTO

19/11/2020 | Compartilhe:

Sobre as declarações que foram dadas pelo organizador da 20ª Feijoada do Moa envolvendo o 14º Batalhão de Polícia Militar (BPM), a Polícia Militar esclarece que:

  1. Em nenhum momento o 14º BPM foi procurado pela organização do evento para tratar de questões pertinentes à segurança pública, nem para fazer a vistoria no local, atribuição que não é competência da PM;
  1. A declaração do organizador de que o evento tinha acabado e que só havia alguns “gatos pingados” não condiz com a veracidade dos fatos, ratificado com as fotos postadas por ele próprio nas redes sociais e pelo vídeo recebido pela PM às 16h49min através da Central Regional de Emergências (CRE-190), mostrando que no evento havia uma grande concentração de pessoas sem máscaras e desrespeitando o distanciamento social e que acabou embasando a denúncia recebida e a ação desencadeada pelo 14º BPM, estando no local às 17h08min;
  1. No local, os policiais militares confirmaram as denúncias de irregularidades e a participação de diversas pessoas no evento. Diante do flagrante, a festa foi encerrada, o responsável foi identificado e responderá um Termo Circunstanciado por infringir determinação do poder público, destinada a impedir propagação de doença contagiosa (Covid-19);
  1. Nenhum dos direitos constitucionais individuais se sobrepõem aos coletivos, por isso, qualquer evento – público ou particular – que desrespeitar as normativas de segurança contra a Covid-19 poderá ser encerrado pela Polícia Militar, mesmo que possua alvará, vistoria ou aval;
  1. Só no último final de semana a Polícia Militar recebeu, em Jaraguá do Sul, mais de 900 ligações para a CRE-190. A segurança pública é dever do Estado, mas também é responsabilidade de todos, cabendo, inclusive para os organizadores de eventos, o comprometimento social e a consciência individual neste difícil momento de pandemia;
  1. A cidade de Jaraguá do Sul, considerada uma das mais seguras do país, sempre foi referência nacional em segurança pública e, inclusive, no combate ao coronavírus. Não compete à Polícia Militar criar as regras, mas sim, fazer cumprir a lei e proteger a população jaraguaense;
  1. Por fim, cabe reforçar que a Polícia Militar jamais deixará de exercer sua missão legal e constitucional, preservando a ordem e protegendo a vida.

Jaraguá do Sul (SC), 19 de novembro de 2020.

Comunicação Social

14º Batalhão de Polícia Militar

 

Participe do grupo de notícias do 14º Batalhão Retornar para Home
Agente Administrativa Shirley Teles

Agente Administrativa Shirley Teles

Seção de Comunicação Social

Somos 14º Batalhão Governo de Santa Catarina 14º Batalhão
----------- +++++++++++